Quais os sintomas do avanço da doença? Lapsos de memória, dificuldade em resolver problemas e tomar decisões, de se organizar e se expressar, alterações de personalidade? Por favor, falar mais detalhadamente a respeito.

R:É importante salientar que pequenos esquecimentos são comuns e ocorrem com todas as pessoas, principalmente em períodos de maior estresse ou cansaço, no entanto, quando os lapsos de memória começam a ocorrer com frequência e são importantes, como esquecer o próprio endereço, sair de casa e perder-se, esquecer nomes de pessoas familiares, etc., devemos acender um sinal de alerta e prestar atenção, procurar um especialista o mais rápido possivel para uma avaliação mais criteriosa. Se junto com a perda frequente e progressiva de memória para fatos recentes, o idoso também apresentar alterações do comportamento social, como apatia e tendência a isolar-se, além de períodos de confusão, como fazer trocas infundadas, como por exemplo, pegar o sal e colocar na geladeira, as chaves de casa no armário de alimentos, etc, o médico deverá ser consultado.

É muito importante ressaltar que a participação da familia é extremamente importante nesse momento, principalmente seu acomapnhamento e olhar. O esquecimento da demência é diferente do esquecimento comum do dia a dia. Uma pessoa pode esquecer de uma reunião agendada, mas quando alguém a avisa, ela llogo lembra, mas no caso do paciente com Alzheimer ele nao so esquece a reunião como nem sequer lembra-se de tê-la alguma vez marcada, mesmo que a veja escrita com sua letra em uma agenda.

Nas fases iniciais da doença de Alzheimer, o paciente, normalmente costuma procurar desculpas para o seu esquecimento,com o avanço da doença, a família começa a notar que os sinais e sintomas começam a ficar muito evidentes e já não mais se encaixam no que as pessoas consideram natural para idade.

Os pacientes com doença de Alzheimer em fases mais avançadas podem apresentar apatia, depressão ou agressividade, lê coisas e não consegue interpretá-las, é incapaz de fazer cálculos, não consegue nomear objetos e não reconhece pessoas familiares. Com o tempo, passa a ser incapaz de realizar tarefas básicas, como se vestir e tomar banho. O paciente torna-se desorientado no tempo e no espaço, não sabendo indicar a data atual nem identificar geograficamente onde se encontra.

Perda das inibições é outro sintoma comum do Alzheimer. O paciente pode mostrar sua genitália em público, acusar pessoas de roubarem seus objetos, falar palavrões ou obscenidades indiscriminadamente, ou insultar os outros sem motivo aparente.